Estação de Tratamento de Esgoto Compacta Anaeróbia

A Estação Compacta Anaeróbia Tecnipar Ambiental é um sistema de tratamento de efluentes sanitários e industriais com alta aplicabilidade no Brasil, devido ao clima tropical favorável. Este sistema contempla tanto estruturas preliminares, de proteção do sistema e remoção de sólidos grosseiros, quanto etapas de tratamento biológico da fase líquida (esgoto sanitário).

As estações são construídas em tanques de PRFV e possuem Reator Anaeróbio RAFA – também conhecido como Reator UASB ou Reator Anaeróbio Compartimentado (RAC) seguido de um Filtro Anaeróbio (FA), caracterizando um processo eficiente e compacto.

O RAFA é normalmente utilizado em processos primários para a estabilização da matéria orgânica inicial, tanto em Estação de Tratamento de Esgoto Sanitário quanto em Estação de Tratamento de Efluentes Industriais. E como meio suporte para o crescimento do biofilme no interior do filtro anaeróbio, a ETE Compacta Anaeróbia Tecnipar utiliza mídias plásticas de elevada área específica, superior à dos meios suportes convencionais, como a brita.

Cada módulo da ETE Anaeróbia Tecnipar apresenta capacidade de atendimento de até 2.550 pessoas, quando instalado em áreas residenciais. Se for uma instalação comercial, o alcance máximo chega a 5.100 pessoas.

Vantagens
  • Alta eficiência
  • Menor custo de implantação
  • Menor área para instalação
  • Fácil e rápida instalação
  • Baixo consumo de energia
  • Alto grau de estabilização do efluente
  • Tolerância a elevadas cargas orgânicas
  • Produção de gás metano, que pode ser empregado na produção de energia
  • Simplicidade na operação
  • Resistência e durabilidade
  • Capacidade de modularização
  • Completa Estanqueidade
  • Sem contaminação do solo
  • Menos obra civil

Reúso

Assim como as demais Estações Tecnipar, com a ETA Compacta Anaeróbia é possível reutilizar os efluentes tratados para fins não nobres, que não envolvam consumo humano e animal.
Vantagens
  • Alta eficiência
  • Menor custo de implantação
  • Menor área para instalação
  • Fácil e rápida instalação
  • Baixo consumo de energia
  • Alto grau de estabilização do efluente
  • Tolerância a elevadas cargas orgânicas
  • Produção de gás metano, que pode ser empregado na produção de energia
  • Simplicidade na operação
  • Resistência e durabilidade
  • Capacidade de modularização
  • Completa Estanqueidade
  • Sem contaminação do solo
  • Menos obra civil

Reúso

Assim como as demais Estações Tecnipar, com a ETA Compacta Anaeróbia é possível reutilizar os efluentes tratados para fins não nobres, que não envolvam consumo humano e animal.