•  

  • © 2019 Tecnipar Ambiental - Todos os direitos reservados

Saiba como o lodo é extraído do Biodigestor Tecnipar

February 7, 2019

O biodigestor Tecnipar é um equipamento capaz de tratar o esgoto sanitário de uma residência.  Uma solução eficaz e prática para localidades que não possuem rede de coleta de esgoto. Mas, como em todo tratamento de efluentes, gera resíduos que precisam ser devidamente tratados. Mas o que é esse material? Como ele é gerado? Como deve ser eliminado? Vamos tentar responder todas essas perguntas aqui.

 

Já mostramos como é o interior do biodigestor Tecnipar e como as mídias plásticas atuam como meio suporte para a proliferação dos microrganismos existentes no esgoto e que são responsáveis pela eliminação da matéria orgânica. Ao se alimentarem, esses seres se proliferam, adensando-se e acumulando-se na parte inferior do equipamento. Esse material é chamado de lodo biológico.

 

Com o passar do tempo, a quantidade de lodo aumenta e é preciso extraí-lo a fim de evitar que ele chegue até o filtro anaeróbico. Como fabricante, a Tecnipar sugere que essa limpeza aconteça, pelo menos, uma vez por ano para garantir a eficiência do seu Biodigestor.

 

Entenda o princípio de carga hidráulica aplicado à extração de lodo do Biodigestor Tecnipar

 

Para esclarecer como o lodo sai do biodigestor sem a necessidade de uso de uma bomba de sucção, precisaremos falar um pouco de física de fluidos.

 

Tanto o lodo (L1) quanto o esgoto a ser tratado (L2) estão em estado líquido. Entretanto, possuem características diferentes. O lodo tem a densidade maior, por isso se acumula no fundo do biodigestor. Dessa forma, L2 exerce naturalmente uma pressão sobre L1. Com o intuito de aumentar ainda mais essa pressão, o Biodigestor foi projetado com o fundo cônico.

 

Essa pressão mantém-se durante o funcionamento do equipamento. Entretanto, para retirar o excesso de lodo, ou seja, diminuir a quantidade de L1 presente no equipamento, não é preciso instalar uma bomba de sucção, nem outro mecanismo externo. Ao abrir a válvula de extração de lodo, ocorre um diferencial de pressão, fazendo com que o lodo, já pressionado, escoe pela tubulação até ser liberado no leito de secagem.

O líquido extraído tem cor marrom, não possui cheiro e não atrai vetores (ratos, moscas e baratas). O processo de limpeza é rápido, levando apenas alguns segundos, e deve ser interrompido quando a coloração começar a clarear. Não recomendamos extrair todo o lodo do Biodigestor, pois isso pode desequilibrar a microbiota do equipamento, prejudicando o tratamento. Esse material secará naturalmente, se transformará em uma pasta e poderá ser descartado em sacos plásticos para posterior coleta de lixo.

Please reload

Our Recent Posts

Please reload

Archive

Please reload

Tags